“No dia 03 de fevereiro de 2016, acontece a oficina Patrimônio Cultural na escola, um projeto de Educação Patrimonial voltada a professores da rede pública de ensino e promovida pelo Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em parceria com a Diretoria de Patrimônio Histórico da Secretaria  Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Educação e SESC Londrina Cadeião Cultural.”

“A equipe de Educação Patrimonial do Iphan desenvolveu um material pedagógico para a realização de inventários participativos. Essa ferramenta está fundamentada na noção de referências culturais, que pressupõe a existência dos sujeitos para os quais o patrimônio cultural faz sentido.  Assim, a oficina abordará a aplicação desse material, enfatizando que os bens culturais não valem por si mesmos, mas que participam de uma dinâmica cultural de atribuição de valores que são historicamente construídos.”

Mais informações:

http://www1.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_jevents&task=icalrepeat.detail&evid=3487&Itemid=1791&year=2016&month=02&day=03&title=oficina-patrimonio-cultural-na-escola&uid=20a59a5fa5e51d451b8e6cfedcf0381d&catids=181

12485884_511131892398400_7337399025121876975_o

Nos dias 02 e 03 de dezembro, o Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e a Prefeitura Municipal da Lapa realizarão a Oficina de Implantação da Casa do Patrimônio da Lapa, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação, das 9h às 18h.

A oficina reunirá instituições de ensino, museus, órgãos de preservação do patrimônio natural e cultural, associações, escolas e demais interessados para uma conversa sobre o conceito das Casas de Patrimônio e sobre as experiências de diferentes regiões do país onde o projeto já está em pleno funcionamento.

Durante o evento, será formada uma rede de parceiros da Casa do Patrimônio da Lapa, com o objetivo de fomentar a construção de conhecimento e a participação social em processos que visem à gestão, pesquisa, proteção, salvaguarda, difusão, valorização e usufruto do patrimônio cultural.

No segundo dia deste encontro, será estruturado coletivamente um plano de trabalho, constituído pelas ações propostas pelas instituições participantes e colaboradores, para posterior celebração de Acordo de Cooperação Técnica conforme explicitado no edital de chamamento público nº 05/2015, disponível no site do Iphan: http://www.iphan.gov.br.

O espaço escolhido para sediar a Casa do Patrimônio da Lapa/PR foi a Casa Lacerda. O imóvel foi doado ao Iphan pelos herdeiros do Coronel Joaquim Corrêa de Lacerda, no início da década de 1980. Atualmente a casa funciona como um Museu-Casa, com programação de exposições temporárias e atividades de Educação Patrimonial para professores e escolas.

Mais informações:    

Coordenação de Educação Patrimonial (Ceduc/Iphan)
SEP/Sul – EQ 713/913 – Lote D – Edifício Iphan – 4o. Andar
CEP: 70390-135 – Brasília/DF
Tels.: (61) 2024-5456/5457 e 2024.5458/5460
E-mail: educacao@iphan.gov.br

convite_casadopatrimonio_webSuperintendência do Iphan no Paraná

(41) 3264.7971

iphan-pr@iphan.gov.br

 

12237961_931521586916118_1211248534227552035_o

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) promove entre os dias 17 e 19 de novembro nos municípios de Icó e Crato, no Ceará, ações para a implantação da Rede Casas do Patrimônio.

Em Crato, no dia 17 de novembro na sede do Geopark Araripe, acontecerá umseminário introdutório sobre a Rede Casas do Patrimônio. No evento, serão apresentados conceitos e diretrizes do programa, além da apresentação de experiências na implantação da política pelo Iphan e parceiros em outras cidades brasileiras. A proposta é a de que órgãos municipais de cultura e organizações não governamentais atuantes no Cariri Cearense conheçam o programa e debatam a possibilidade de implantação de uma Casa do Patrimônio para a região.

Na cidade de Icó, a oficina ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro. Na ocasião, será dada continuidade à implantação da Casa do Patrimônio no município, iniciada em 2013, com a realização de uma primeira oficina e com o início do restauro do Sobrado Mariinha Graça, que sediará o projeto, além do Escritório Técnico do Iphan e da Secretaria de Cultura.  Como parte da programação, será realizada uma visita à obra, que está em fase de conclusão.

Na programação desses encontros também acontecerão oficinas e mesas redondas. Entre os participantes desses debates, a Coordenadora de Educação Patrimonial do Iphan, Sônia Florêncio, ministrará a palestra sobre Educação Patrimonial: Conceitos e Diretrizes.

 

Casa do Patrimônio  

12208859_931521590249451_5871618925686770082_nA Casa do Patrimônio é um espaço educativo para aperfeiçoamento da gestão, proteção, salvaguarda, valorização e usufruto do patrimônio cultural. O objetivo é oferecer um espaço de interlocução e diálogo com a comunidade local, de articulação institucional e de promoção de ações educativas, visando fomentar e favorecer a construção do conhecimento e a participação social.

Serviço:

Seminário Introdutório sobre a Rede Casas do Patrimônio
Data:
17 de novembro de 2015
Horário: 8h às 18h
Local: sede do Geopark Araripe
Rua Carolino Sucupira, Crato-CE (ao lado da URCA)

Oficina Casas do Patrimônio: aspectos conceituais e projeto de implantação
Data:
18 e 19 de novembro de 2015
Horário: 8h
Local: Teatro da Ribeira dos Icós, Icó-CE

Mais informações para imprensa:
Iphan-CE

Tel. (85)3221-6263; 3221-6360
E-mail: iphan-ce@iphan.gov.br

santa-marta-felipe-carvalho

As inscrições para o XIV Congresso Internacional das Cidades Educadoras, já estão abertas. De 1 a 4 de junho de 2016 a cidade de Rosário receberá o congresso que tem como tema centrail “Cidades: território de convivência“.

Mais informações no site: http://migre.me/s2Avc

museu - Cópia

Museu Etno – Arqueológico de Itajaí. Foto site: Click RBS Itajaí

“IV Seminário Catarinense do Programa Mais Educação/Educação Integral”

O Ministério da Educação/MEC, por meio das Secretarias de Educação Básica/SEB, em parceria com o FNDE, desenvolve o Programa Mais Educação, instituído pela Portaria Interministerial nº 1719, de 24 de abril de 2007, seguido do Decreto nº 7.083, de 27 de janeiro de 2010, como um dos componentes do Plano de Ações Articuladas/PAR, e integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação/PDE, como uma estratégia do Governo Federal para induzir à ampliação da jornada escolar curricular, na perspectiva da Educação Integral.

A formulação de uma proposta de Educação Integral concretiza o ideal de uma educação pública nacional e democrática, contextualizada historicamente, portanto, problematizada segundo os desafios, avanços e limites do sistema educacional e da organização curricular no século XXI, caminhando na direção oposta à da desescolarização social e da minimização dos efeitos e das possibilidades do trabalho escolar (MOLL, 2007).

Neste sentido, a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina, juntamente com as Secretarias Municipais de Educação dos Municípios, aderiram ao Programam Mais Educação, tendo em vista a possibilidade de superar os baixos índices de aprendizagem. Isto significa, não apenas elevar os índices de aprendizagem, mas reduzir significativamente os índices de evasão e repetência, assim como, superar as desigualdade e garantir o direito às diferenças.

Construir uma proposta de Educação Integral vai além da organização de tempo e espaço, pois exige uma relação direta entre escola e comunidade, além de parceria entre as diferentes instituições sociais que contribuem de forma direta e indireta, na formação do cidadão. Em vista disso, as referidas secretarias de estado e municípios, por meio de uma ação conjunta, objetivam desenvolver políticas públicas que possibilitem a educação Integral se cristalizar no estado catarinense.

Isto posto, a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina, juntamente com as Secretarias Municipais de Educação dos municípios acima já mencionadas por meio Comitê Territorial de Educação Integral de Santa Catarina, propõem realizar o IV Seminário Catarinense do Programa Mais Educação/Educação Integral, agregando todos os principais atores do Mais Educação em Santa Catarina, para debaterem e refletirem as principais temáticas que compõe o currículo da Educação Integral. O referido Seminário tem por objetivo geral: Promover o fortalecimento da política pública de educação integral, respeitando diferentes etapas da implementação do Programa Mais Educação, em nível de Estado e municípios, tendo como foco o fortalecimento institucional das ações indutoras de uma política de educação integral, o direito de aprender, previsto da Constituição Federal e LDBEN nº 9.394/1996 e o desenvolvimento de políticas setoriais. Tendo ainda os seguintes objetivos específicos:

  1. a) Fortalecer a agenda pública da política de educação integral, referenciada na gestão, operacionalização e na perspectiva de sustentabilidade e institucionalização das ações em curso;
  2. b) Incentivar a intersetorialidade entre os campos de cultura, esporte, lazer, políticas sociais, saúde e educação;
  3. c) aprofundar o debate sobre a reorganização do currículo, do tempo escolar e a formação dos profissionais da educação na perspectiva da educação integral;
  4. d) socializar as iniciativas de qualificação do ambiente escolar para favorecer a permanência, com aprendizagem das crianças, adolescentes e jovens.

O presente Seminário destina-se a professores comunitários, diretores de escolas e monitores que desenvolvem o programa Mais Educação na rede pública de Educação  Estadual e Municipal de Santa Catarina, assim como os coordenadores do referido programa nas respectiva Secretarias.

Texto: Secretaria do Estado de Santa Catarina

10521375_10204804435220003_7314626207054798891_n

No dia 15 de agosto de 2015, a partir das 19 horas, acontecerá a abertura da Exposição “Preservar Igarassu”, marcando a inauguração oficial da Casa do Patrimônio/Iphan em Igarassu (PE). O evento será realizado no Sobrado do Imperador, à rua Barbosa Lima, nº 122, Sítio Histórico.

Realizada, nos dias 17 e 18/06/2015, a Oficina para Implementação da Rede de Parceiros da Casa do Patrimônio / Iphan em Igarassu (PE), agora a Superintendência do Iphan em Pernambuco inaugurará a Mostra e, na semana de 17 a 21/08/2015, desenvolverá mais um experimento do Projeto “Sobrado dos Bonecos”, desta vez com foco no mais novo bem cultural pernambucano registrado como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro: o Mamulengo – oficinas, apresentações e rodas de conversa com mestres do teatro de bonecos / mamulengueiros de Igarassu e de outras cidades de Pernambuco que farão parte, junto com a Exposição “Preservar Igarassu”, das comemorações da Semana do Patrimônio Cultural em nosso Estado (promovida pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – Fundarpe).

Esta ação é realizada pela Superintendência do Iphan em Pernambuco / Casa do Patrimônio em Igarassu com o apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Igarassu / Secretaria de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico, e produzida pela Tabuleiro Produções, empresa sediada na Bahia, contratada pelo Iphan/PE.

A Mostra “Preservar Igarassu” pretende promover o patrimônio histórico, cultural e paisagístico do Município por meio de painéis expositivos, exibição de vídeo / documentário, exposição de peças representativas do seu patrimônio imaterial e apresentação de importantes expressões culturais da cidade, como o teatro de bonecos dos grupos Q-Riso e Mulungu, a Banda Heitor Villa Lobos e o Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu (nomeado patrimônio vivo do Estado de Pernambuco e reconhecido como o maracatu mais antigo do Brasil).

A Exposição “Preservar Igarassu” permanecerá no Sobrado do Imperador durante um ano, período em que serão realizadas diversas atividades culturais e de cunho educativo a ser desenvolvidas em conjunto com a sociedade e a Rede de Parceiros da Casa do Patrimônio de Igarassu.

Quanto à programação do “Sobrado dos Bonecos” – de 17 e 21 de agosto de 2015, exatamente na Semana do Patrimônio Cultural –, contaremos com: apresentação do Inventário e do Registro dos Mamulengos; pauta de discussão sobre a construção e planejamento da Salvaguarda dos Mamulengos junto aos grupos de Teatro de Bonecos de Pernambuco; três oficinas de confecção de mamulengos, sendo duas voltadas ao público infantil e a outra voltada ao público jovem e adulto; rodas de conversa intituladas “História de um Brincante”, para as quais serão convidados três Mestres que já atuam a bastante tempo com os mamulengos; feira de bonecos; e, é claro, apresentações de grupos de Teatro de Bonecos.

Para mais informações, telefonar para 81.35450537 e 81.35450307 – Escritório Técnico do Iphan em Igarassu (PE) / Casa do Patrimônio.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 107 outros seguidores

%d bloggers like this: