A Oficina de Implantação e de Construção Coletiva da Casa do Patrimônio de Penedo, Alagoas, acontecerá de 29 de setembro a 01 de outubro próximos, na Casa do Patrimônio já inaugurada em junho de 2014. Durante os debates, pretende-se elaborar um plano de trabalho para as ações educativas a serem realizadas ali. O espaço hoje abriga uma exposição permanente sobre a história de Penedo e, a partir desta oficina, pretende estabelecer parcerias com instituições e a comunidade para a realização de ações educativas de valorização do patrimônio cultural.

Oficina de Implantação e de Construção Coletiva da Casa do Patrimônio de Penedo, AL

29/09 – das 14h às 18h

30/09 – das 09h às 12h e das 14h às 18h

01/10 – das 09h às 12h

Local: Avenida Floriano Peixoto s/n, esq. Siqueira Campos, Centro

serradacapivara_tadeu goncalves

Foto: Tadeu Gonçalves

Nos dias 23 e 24 de setembro, acontecerá a Oficina de implantação e de construção coletiva da Casa do Patrimônio Serra da Capivara. O encontro será no Espaço Pró-Arte/UNIVASF, em São Raimundo Nonato (PI). Vão ser dois dias de oficinas com participação de representantes de instituições voltadas à preservação do patrimônio cultural na região e da comunidade. Durante os debates pretende-se elaborar um plano de trabalho conjunto, dentro de um Acordo de Cooperação Técnica, que será assinado entre os participantes da Casa.

A Serra da Capivara

O Parque Nacional Serra da Capivara foi criado em 1979, para preservar vestígios arqueológicos da mais remota presença do homem na América do Sul. Sua demarcação foi concluída em 1990 e o parque é subordinado ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO).

Por sua importância, a UNESCO o inscreveu na Lista do Patrimônio Mundial em 13 de dezembro de 1991. Em 1993, passou a constar do Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico do IPHAN.

O local apresenta vestígios da vida de grupos culturais que, há dezenas de milênios, ocuparam a região, estabelecendo formas de vida adaptadas ao meio ambiente e desenvolvendo uma cultura rica e complexa. Os registros rupestres são evidência tangível da riqueza das culturas dos povos do passado pré-colonial brasileiro.

Casas do Patrimônio

As Casas do Patrimônio têm como objetivo criar um espaço de interlocução, articulação institucional e promoção de ações educativas com a comunidade local. O debate alimenta e favorece a construção coletiva do conhecimento e a participação social em ações educativas de valorização e preservação do patrimônio cultural

 

Oficina de implantação da Casa do Patrimônio Serra da Capivara:
Data: 23 e 24/09/2014
Horários: 23/09/2014 – 9:00 às 12:00 e 14:00 às 18:00
24/09/2014 – 9:00 às 12:00 e 14:00 às 18:00
19:30 às 22:00 (Inauguração)
Local: Espaço Pró-Arte/UNIVASF, Travessa Carlos Oliveira S/N, São Raimundo Nonato, PI.

saoluizparaitinga2

São Luiz do Paraitinga -SP.

A Oficina tem como objetivo a construção coletiva das diretrizes da “Casa do Patrimônio do Vale do Paraíba” enquanto articuladora de ações educativas de aproximação das instituições com a comunidade local, exercendo papel fundamental para gestão compartilhada de preservação do patrimônio cultural.

Partindo da ideia de que patrimônio é um eixo do desenvolvimento sustentável, capaz de gerar renda e oportunidade econômica para a população, a proposta pretende promover ações de qualificação e de capacitação de agentes públicos e sociedade civil. Para tanto deve atuar de maneira articulada com outras políticas públicas, especialmente nas áreas de educação, cultura, justiça, turismo e meio ambiente.

O evento será coordenado por representantes do IPHAN/SP e do Município de São Luiz do Paraitinga, e será conduzido pela Coordenadora de Educação Patrimonial do IPHAN, Sônia Florêncio. Acesse aqui a programação da Oficina.

 

Oficina de Implantação da Casa do Patrimônio do Vale do Paraíba, aberta ao público.

Dias: 15 e 16/09/2014, das 09h às 18h

Local: Centro Turístico e Cultural Nelsinho Rodrigues (Rua Coronel Domingues de Castro, 33 / São Luiz do Paraitinga)

 

O Seminário “33 anos do Projeto Interação” começa amanhã em Brasília. Veja aqui a programação e mais informações sobre o Seminário. A web-transmissão estará disponível, ao vivo, no link http://www.fci.unb.br/.   

As inscrições para o Seminário “33 anos do Projeto Interação”, que acontecerá em Brasília – DF de 27 a 29 de agosto de 2014, estarão disponíveis no link  http://www.unb.br/administracao/decanatos/interfoco a partir desta sexta-feira, dia 22, até o primeiro dia do evento pela manhã.

Basta clicar no Menu “Cursos”, “Inscrições Abertas”. As inscrições são gratuitas e necessárias para a emissão de certificados de participação.

inscricoesSeminIntera

Para mais informações sobre o Seminário “33 Anos do Projeto Interação”clique aqui.

Acesse aqui a PROGRAMAÇÃO do Seminário.

Web-transmissão do Seminário: o link para a transmissão online do Seminário estará disponível na semana que vem.

arteVitor_parablogO Seminário 33 Anos do Projeto Interação será realizado em Brasília, de 27 a 29 de agosto de 2014, no auditório do Instituto de Ciências Biológicas na Universidade de Brasília, das 9h às 17h.

O Projeto Interação, realizado entre os anos 1981 e 1986, surgiu de uma proposta da Secretaria de Cultura do MEC e teve como finalidade o apoio a ações marcadas pela participação da comunidade e dos professores em todos os níveis dos processos educacionais; pela produção de alternativas pedagógicas e seus respectivos métodos e materiais didáticos; e pela inserção de novos conteúdos pautados no fortalecimento das referências culturais, assumindo que o processo educacional é mais amplo do que a escolarização e não se restringe ao espaço da escola.

Ocorrida nos anos finais do regime militar, a experiência destoava das políticas educacionais vigentes à época, ao propor projetos e iniciativas ancoradas nas dinâmicas culturais locais, com o objetivo de reafirmar a pluralidade e a diversidade e diminuir a distância entre a educação escolar e o cotidiano dos alunos e das comunidades, de modo geral.

A base do Projeto Interação origina-se das experiências do Centro Nacional de Referência Cultural – CNRC, criado em 1975, sob a direção de Aloísio Magalhães. Importante elemento para a compreensão da riqueza de abordagens que o Projeto contemplou em sua concepção e atuação é o fato de haver reunido profissionais de diversas instituições governamentais: Fundação Nacional Pró-Memória (antigo CNRC), Fundação Nacional de Artes – Funarte, Empresa Brasileira de Filmes – Embrafilme, Instituto Nacional de Artes Cênicas – Inacen e o Instituto Nacional do Livro – INL.

O Seminário 33 Anos do Projeto Interação reunirá profissionais atuantes na proposta, bem como contará com a participação de pesquisadores dos campos da educação e cultura. As mesas foram organizadas de modo a permitir uma visão sequencial do Interação, desde os seus antecedentes, em discussões presentes já no CNRC, passando pela discussão sobre a congruência das diversas visões e experiências institucionais dos membros do Grupo de Trabalho que analisava e dava suporte aos projetos, seguindo para a emergência de eixos de atuação, que se deu em função das demandas mesmas das populações e, por fim, abrindo espaço para o conhecimento e discussão sobre propostas vigentes hoje, que têm por inspiração as diretrizes e práticas adotadas pelo Interação ou que guardariam afinidades com elas.

SEMINÁRIO 33 ANOS DO PROJETO INTERAÇÃO
Brasília, 27, 28 e 29 de agosto de 2014, 9h às 17h.

Acesse aqui a PROGRAMAÇÃO  do Seminário

Inscrições: O Seminário é aberto ao público com inscrições gratuitas. As inscrições estarão disponíveis pelo Sistema de Extensão da Universidade de Brasília, a partir do dia 22 de agosto de 2014 (data atualizada!) e durante a manhã do primeiro dia do evento. O endereço de inscrição será disponibilizado assim que o Sistema de Extensão da Universidade de Brasília liberar o link.

Local: Auditório do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília – UnB – Campus Darcy Ribeiro – em frente ao ICC Sul

Organização: Núcleo de Estudos da Cultura, Oralidade, Imagem e Memória do Centro-Oeste do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília – UnB/CEAM/Necoim e Coordenação de Educação Patrimonial, Departamento de Articulação e Fomento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan/DAF/Ceduc

Informações: Coordenação de Educação Patrimonial – educacao@iphan.gov.br
http://educacaopatrimonial.wordpress.com, http://www.iphan.gov.br
(61) 2024-5456/5457/5458/5459

repepA Rede Paulista de Educação Patrimonial – Repep teve início com um projeto de Cultura e Extensão, desenvolvido no âmbito da Universidade de São Paulo (USP) e organizado pelo Laboratório de Geografia Urbana (Labur) do Departamento de Geografia em parceria com o CPC/USP, Centro de Preservação Cultural, sediado na Casa da Dona Iaiá, no Bexiga.

A rede é um coletivo de profissionais das mais variadas áreas de atuação e de diferentes instituições. Fazem parte dela educadores, pesquisadores, arquitetos, historiadores, estudantes de graduação e pós-graduação. A proposta da rede é compartilhar ideias, ações, projetos, dúvidas e inquietações sobre este campo de atuação. Desta forma, a Rede se propõe a ser um espaço de articulação entre os vários segmentos na área de cultura e educação, envolvidos com projetos e temáticas da proteção e valorização da memória coletiva e do patrimônio cultural. A Repep disponibiliza bibliografia sobre o tema e está organizando um banco de dados sobre iniciativas e profissionais de educação patrimonial.

Acesse aqui mais informações sobre a Repep:

http://repep.fflch.usp.br/

https://www.facebook.com/repep

Banco de dados de projetos de EP.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 82 outros seguidores

%d bloggers like this: