Archive for the ‘Ações e Projetos’ Category

Minha Cidade

Convide os jovens de sua cidade para registrarem-se e fazerem a parte do Concurso Internacional de Produção de Vídeo chamado Minha Cidade, Nosso Patrimônio Mundial – supervisionado pela Organização das Cidades do Patrimônio Mundial (OCPM).
Este concurso convida os jovens entre os 14 e 17 anos e 18 e 21 anos para produzir um vídeo de 5 minutos ou menos, que expresse suas visões sobre cidade patrimônio mundial em que vivem, e divulgar no YouTube.

Os prêmios serão de 500 dólares e 1.000 dólares e serão entregues por um representante da OCPM nas cidades patrimônio mundial que vencerem a competição. Os vídeos premiados também serão apresentados no 12 º Congresso Mundial da OCPM, que será realizado em Oaxaca, no México, de 19 a 22 de novembro de 2013. Os prefeitos das cidades vencedoras serão homenageados nesta ocasião. Além disso, todos os vídeos vencedores serão transmitidos no site da OCPM, garantindo dessa forma uma grande exposição da cidade patrimônio mundial.

Os termos e condições do concurso e outras informações podem ser acessados pelo o site da OCPM:

http://www.ovpm.org/en/my_city_our_world_heritage_international_video_production_competition.

Datas importantes:

Até 14 de junho de 2013
Registo das cidades patrimônio mundial na competição. Para isso, as cidades participantes devem preencher e enviar o formulário de inscrição disponível no site da OCPM.

28 de junho de 2013
Prazo fixado para as cidades participantes a apresentarem o vídeo premiado localmente (de uma ou duas faixas etárias) à OCPM. Para isso, as cidades participantes devem preencher e enviar os formulário dos vencedores que está disponível no site da OCPM.

Agosto 2013
Deliberações do júri da OCPM para determinar os dois ganhadores da parte internacional.

Primavera de 2013/Verão de 2014
Atribuição do prémio internacional para os ganhadores dos distintos grupos de idade (14-17 anos e 18-21 anos) em uma cerimônia realizada na prefeitura das cidades patrimônio mundiais vencedoras.

Para mais informações, entre em contato com cemond@ovpm.org

Anúncios

Read Full Post »

A Comunidade Taperinha, do município de São Domingos do Capim, no Pará, receberá um projeto desenvolvido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) no Estado, em parceria com a Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisas da Universidade Federal do Pará (UFPA). O projeto abrange diagnóstico, ações educativas, de valorização e salvaguarda das memórias da Comunidade Taperinha que habita o entorno do Engenho Aproaga.

A partir da relação entre os membros da comunidade – descendentes de escravos da região – e o antigo engenho será desenvolvida uma série de atividades que envolvem o levantamento das ruínas, tratamento do material arqueológico coletado pelos moradores, documentação das memórias da comunidade vinculadas ao engenho, ações educativas com os jovens, bem como seminários que visam a elaborar projeto para sinalização das ruínas, com gestão da própria comunidade.

O projeto, que foi lançado nesta segunda-feira (28) com a assinatura do contrato para realização de “Pesquisa Diagnóstica do Engenho Aproaga e de seu Entorno”, contou com a presença da Comunidade Taperinha, do presidente da Associação Unidos do Rio Capim, Manoel Clauderi Coutinho, da professora da UFPA e coordenadora do projeto, Rosa Acevedo, além do Diretor Executivo da FADESP, Sinfrônio Moraes; de técnicos e da superintendente do IPHAN no Pará, Maria Dorotéa de Lima.

A dirigente do Iphan no Estado destacou a importância da atuação conjunta e continuada de diversos parceiros e frisou que trabalhar com a universidade tem sido muito produtivo. “Esse projeto contribuirá para que outras oportunidades e possibilidades se abram para a comunidade”, disse.

Antonio Coutinho, morador da Comunidade Taperinha, mostrou-se satisfeito com o projeto. “É um primeiro passo. Temos muitas crianças na comunidade e esperamos que essa iniciativa possa trazer muitas coisas boas pra elas”.

Serviço
Projeto “Pesquisa Diagnóstica do Engenho Aproaga e de seu Entorno”
Realização: Superintendência do Iphan no Pará
Instituição contratada: FADESP Parceiro: PPGA/UFPA
Telefone: 91 3224-1825 / 0699
Endereço: Av. Gov. José Malcher, nº 563, Nazaré, Belém/Pa

Fonte: Ascom-IPHAN

Read Full Post »

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Mato Grosso do Sul – Iphan-MS, com o apoio da Prefeitura de Campo Grande, inicia nesta quinta-feira, dia 22, a Ação de Educação Patrimonial sobre a importância da Ferrovia Noroeste do Brasil para a cidade. O trabalho será desenvolvido com as escolas da rede municipal de ensino, durante a obra de recuperação e readequação da antiga estação ferroviária de Campo Grande para a instalação do Centro de Documentação e Referência da EFNOB/RFFSA.

Nesta ação de Educação Patrimonial as crianças participarão de diversas atividades, como a confecção de painel educativo para a obra contendo informações da história do edifício e uma breve descrição do seu processo de recuperação. Os alunos também participarão de apresentações teatrais, concurso de poesias, visita à estação ferroviária, sessão de filme e elaboração de desenhos.

O objetivo do Iphan-MS é levar crianças e adultos a um processo ativo apropriação e valorização de sua herança cultural já que é a partir do conhecimento que se torna possível valorizar e preservar o patrimônio cultural brasileiro e reforçar a auto-estima dos indivíduos e comunidades. Em Campo Grande, a ação desenvolvida vai ressaltar a importância da instalação da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil para o desenvolvimento do município e do estado.

Read Full Post »

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan, vai promover nesta quinta-feira (18) uma Oficina de Educação Patrimonial em Caruaru, Agreste de Pernambuco.

O evento que é direcionado a feirantes da cidade, será realizado na Sede da Associação dos Sulanqueiros e Feirantes.

Durante a oficina, será discutido o Projeto de Educação Patrimonial para Feirantes e o Plano de Salvaguarda da Feira de Caruaru.

Os comerciantes interessados não pagam nada para participar.

O evento será realizado das 15h às 17h, a Sede da Associação dos Sulanqueiros fica na Avenida Lourival José da Silva, nº 592, bairro Petrópolis.

 

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (81) 9203-2862.

 

 

Fonte: JC Online Núcleo SJCC/Caruaru
(http://jc.uol.com.br/canal/jc-interior/agreste/noticia/2010/11/17/iphan-promove-oficina-para-feirantes-de-caruaru-244745.php)

Read Full Post »

Alcantara - Cais do Jacare - Crédito: C Knepper - ReflexoO Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan no Maranhão, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão – UFMA e Secretaria Municipal de Educação de Alcântara lançam, nesta quarta-feira, dia 22 de setembro, às 15h30, o Programa de Formação Continuada em Educação Patrimonial em Alcântara, uma parceria entre o IPHAN, a Universidade Federal do Maranhão e a Prefeitura de Alcântara. Segundo a superintendente Kátia Bogea, o programa dá continuidade às ações que o Iphan vem desenvolvendo desde agosto de 2007, com o projeto Educação Patrimonial nas salas de aula de Alcântara.

Nesta etapa, a equipe de professores da UFMA formada por quatro doutores e seis mestres dos departamentos de Educação, Sociologia, Biblioteconomia e Artes irão capacitar professores da rede pública municipal para implantação na sala de aula do material didático produzido pelo Iphan. A intenção é implantar um ensino sistemático e continuo de Educação Patrimonial no município, envolvendo todo o ciclo do Ensino Fundamental II, divulgando práticas e instrumentos de conservação adotados pelo Iphan. Estão programadas atividades pedagógicas envolvendo diretamente o Patrimônio Cultura local. Em função das atividades contidas nos livros paradidáticos, a proposta é aumentar a participação da comunidade na programação escolar, preparando os alunos para debater e participar ativamente das ações ligadas à preservação do patrimônio cultural.

Passaram pelo curso de capacitação 90 professores de História, Geografia e Português que lecionam de 5ª a 8ª séries nas 22 escolas do município de Alcântara. Também passaram pelo curso técnicos das escolas envolvidas e da Secretaria Municipal de Educação que atuam diretamente no programa de Educação Patrimonial do Iphan.

Fonte: Ascom

Read Full Post »

Os Jovens que participaram do primeiro Fórum Juvenil do Patrimônio Juvenil já estão à pleno vapor, trabalhando para a consolidação de uma rede internacional de jovens engajados nas ações em prol do Patrimônio Cultural.

Para ajudar a diminuir as distâncias e para aproximar as fronteiras, uma série de ferramentas estão sendo lançadas. Já durante os dias de Fórum, foram gerados; o blog http://www.patrimoniojovem.wordpress.com ; o blog da rede: http://preservadores.org/web/, com direito à um fórum virtual: http://red.preservadores.org/; um canal no twitter: http://www.twitter.com/patrimoniojovem; e uma comunidade no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=104562511. A intenção dos jovens é que os canais virtuais sejam ferramentas de comunicação entre os participantes dos seis países que iniciaram a articulação da rede (Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina, Colômbia e Chile), bem como uma janela para o mundo, onde a rede possa “dar o seu recado” e também trazer novos participantes que possam se incluir nas ações de preservação e promoção do Patrimônio Cultural.

Veja na íntegra o projeto da REJUPAM – Rede Juvenil do Patrimônio Mundial:

Rede Juvenil do Patrimônio Mundial – REJUPAM

Apresentação:

Compreendendo que não há distinção entre patrimônio cultural e natural, afinal estão interligados, os jovens do mundo preocupados com a questão do patrimônio, deverão se organizar a nível local, nacional e internacional, a fim de disseminar ações de salvaguarda do patrimônio, bem como difundir suas experiências.

A REJUPAM deverá ser estruturada através de um conselho, com representações dos diferentes países, regiões e estados.  Os representantes deste conselho se reunirão para a articulação de políticas públicas em prol do patrimônio e troca de experiências.

Será criada uma rede online (blog, sites e outras redes sociais via internet) como ferramenta para comunicação, divulgação e interação dos jovens e suas ações para a promoção e preservação dos patrimônios locais. Compreende-se que assim através da divulgação das ações locais estar-se-á contribuindo para que sejam contempladas as mais diversas culturas na construção do patrimônio mundial.

Objetivo principal:

Promover a integração da juventude na discussão e construção de projetos a favor da proteção do patrimônio, bem como a articulação para a troca de experiências e conhecimentos. Isso ocorrerá através da formação de uma rede internacional da juventude como ferramenta que facilite as discussões e ações coletivas sobre patrimônio.

Objetivos específicos:

Mobilizar a juventude para a construção de ações de educação patrimonial.

  • Ser uma linha direta de comunicação e representatividade junto ao Comitê de Patrimônio da UNESCO;
  • Criar projetos e ações educativas a partir do olhar juvenil visando a salvaguarda dos patrimônios material e imaterial, consagrado e não consagrado em suas mais diversas manifestações;
  • Articulação de fóruns estaduais e nacionais;
  • Promover a realização do Fórum Juvenil do Patrimônio anualmente;
  • Inserir a representatividade juvenil das diversas culturas nas atividades desenvolvidas pela rede, promovendo a interação das mesmas.
  • Buscar espaço e inserção dos jovens em conselhos estaduais, municipais e entidades de preservação do patrimônio. Caso essas entidades não existam em suas localidades, buscar incentivar e lutar junto às comunidades para suas construções.

Público participante:

Jovens de 16 a 29 anos de diferentes nacionalidades e de estados brasileiros distintos.

Read Full Post »

Veja a entrevista sobre Educação Patrimonial, de Sônia Rampim Florêncio, da Coordenação de Educação Patrimonial (DAF), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan.

Sônia Rampim Florêncio

Entrevista consedida durante o  I Fórum Nacional do Patrimônio Cultural ocorrido em dezembro de 2009, na cidade de Ouro Preto – MG.

Entrevista Parte 1 e Parte 2.

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: